17 das mais engraçadas plaquinhas da vergonha

Os animais de estimação e as crianças estão cada vez mais danados, e seus pais e donos dos pets encontraram uma forma engraçada de levar toda a dor de cabeça na brincadeira. Inventaram as plaquinhas da vergonha, e parece que os bebes e os bichinhos entendem quando aprontam porque a carinha deles são as melhores.

Eles aproveitam e postam as fotos dos pestinhas nas redes sociais, e os internautas adoram e saem compartilhando por toda internet para deixar nossos dias mais alegres. Parece que os pets são mais traquinas que as crianças, eles fazem duplas excelentes e são muito amigos.

Pegamos as 17 imagens mais engraçadas de plaquinhas da vergonha.

Confira:

1. Esse cachorrinho é bem teimoso e não gostou da primeira placa.


 





2. Não gosta que olhem para ele, o cachorro mais encrenqueiro que já vi.


3. Gosto de brincar com tudo que vejo.


4. Você não quis comprar meu brinquedinho.


 





5. Esse não é muito corajoso quando apronta.


6. Esse cachorro é muito revoltado.


7. Unidos pela traquinagem, e com toda certeza no castigo também.


 





8. Eu sou de uma raça que é muito nervosa, treme do nada, por isso que meu pum fede.


9. Ele repete tudo o que escuta, será que essa placa não tinha que está no pescoço do dono?






10. Mas mamãe, eu tinha muita sede, por isso bebi meu xixi.


11. É tão gostoso, vocês não deixam eu comer, pego mesmo!


 





12. Ele surtou, deu a louca no gato.


13. Essa família aprontou quando a mamãe estava no trabalho.

14. É amigo, será difícil o papai e a mamãe perdoarem agente, vamos ficar de castigo outra vez. Vamos dormir na sala.

15. Eu achei que a mamãe estava brincando comigo, não foi minha intenção!

16. Esse gato é pra quem quer ajuda com os deveres de casa e massagista particular.

17. Eu estava com fome, e estava tão cheirosa e muito deliciosa.

Então, você tem um desses em casa que já usa a plaquinha da vergonha? Compartilhe conosco!




(Visited 10 times, 1 visits today)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *